Notícias

  • Estudo recente sobre a atividade em Montes Claros - MG.

    Leia mais...  
  • Estudo dos Tremores de Terra em Montes Claros, MG.

    Leia mais...  
  • Terremoto em Suncho Corral, Argentina, é sentido no Brasil

    Leia mais...  
  •  

     

O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília

Imprimir

O Observatório Sismológico (SIS) é um Centro do Instituto de Geociências (IG) da Universidade de Brasília (UnB). Suas responsabilidades envolvem três áreas, que são:
o ensino (níveis de graduação e pós-graduação), a Extensão e a Pesquisa relacionada à sismicidade e a estrutura do interior da Terra. Sua principal atividade é o monitoramento sismográfico da sismicidade brasileira, natural e induzida por reservatórios. Dispõe de sede própria (figura ao lado) com boa infra-estrutura física (laboratórios de Análise de Dados e de Computação; Oficina Eletrônica, Mostra de Sismologia, Biblioteca, entre outros), instrumental (sistemas sismográficos digitais completos, analisadores de espectro, gravímetro, geradores e medidores de rádio-freqüências, geradores de função, GPS's etc.), computacional (uma rede local com seis estações de trabalho, PC's e periféricos), recursos humanos (professores, técnico-administrativos, prestadores de serviços e alunos bolsistas de graduação e pós-graduação).

O SIS dispõe, ainda, de um banco de dados (SISBRA) onde estão catalogadas informações sobre sismos instrumentais e históricos de que se tem notícia no Brasil a partir do século XVI. Toda essa estrutura é mantida com recursos arrecadados pelo próprio Observatório, mediante contratos de consultoria e de prestação de serviços executados no âmbito da FUB e em parceria com Fundações de Apoio. Além disso, o SIS/UnB opera e/ou coordena, em contratos com companhias energéticas, Sistema Nacional de Defesa Civil, Serviço Geológico dos EUA e Exército Brasileiro, uma vasta rede de estações sismográficas instaladas em 32 diferentes locais do território nacional, especialmente em áreas de barragens. Destaca-se também a operação, em cooperação com a ONU, da única estação brasileira de Infra-som e de uma estação sísmica, pertencentes ao Sistema Internacional de Monitoramento de Explosões Nucleares. A Figura abaixo mostra a localização do Observatório Sismológico.
Vista externa do prédio do Observatório Sismológico.

pelicula1