Notícias

  • Estudo recente sobre a atividade em Montes Claros - MG.

    Leia mais...  
  • Estudo dos Tremores de Terra em Montes Claros, MG.

    Leia mais...  
  • Terremoto em Suncho Corral, Argentina, é sentido no Brasil

    Leia mais...  
  •  

     

Estudo dos Tremores de Terra em Montes Claros, MG.

Imprimir

Estudo dos Tremores de Terra em Montes Claros, MG.

Uma pequena atividade sísmica vem ocorrendo nos últimos anos em Montes Claros. O maior tremor até agora, com magnitude 4 na escala Richter, ocorreu em 19/05/2012: causou forte vibração, provocou pequenos danos em algumas casas frágeis e assustou a população não acostumada a tais fenômenos. Foi instalada uma rede de nove estações sismográficas. Os tremores mais fortes ocorrem numa falha geológica de orientação NNW-­SSE com mergulho para leste, próxima ao Bairro Atlântida. Análises preliminares indicam tratar-se de uma falha inversa cuja movimentação é causada por tensões geológicas naturais do tipo compressão de direção aproximadamente E-W. Os tremores têm origem a profundidades entre 1 e 2 km, aproximadamente, ou seja, em rochas cristalinas da parte superior da crosta, abaixo da camada de calcário (resultado ainda a ser confirmado por estudos mais detalhados). Tremores de magnitude 4 ou maior ocorrem, em média, duas vezes por ano no Brasil; desta maneira, a atividade sísmica em Montes Claros não é incomum. Não há evidência de que a exploração nas pedreiras tenha relação com a atividade sísmica. Não é possível prever se a atividade vai continuar diminuindo ou se haverá novo surto com algum tremor de magnitude superior a 4. O cenário mais provável, é que a atividade diminua gradualmente com alguns tremores ocasionais de magnitude perto de 3. A probabilidade de ocorrer outro tremor maior, é estimada em 1% (baseado em estatísticas de outros casos no Brasil). Mesmo com probabilidade pequena, recomenda-se reforçar as casas frágeis próximas à área epicentral.

Click aqui para ver relatório completo.

pelicula1